quarta-feira, 24 de junho de 2009

Maurício... mas podia ser Veronica.

Já não sei dizer se ainda sei sentir
O meu coração já não me pertence
Já não quer mais me obedecer
Parece agora estar tão cansado quanto eu
Até pensei que era mais por não saber
Que ainda sou capaz de acreditar
Me sinto tão só
E dizem que a solidão até que me cai bem
Às vezes faço planos
Às vezes quero ir
Pra algum país distante
Voltar a ser feliz

Já não sei dizer o que aconteceu
Se tudo que sonhei foi mesmo um sonho meu
Se meu desejo então já se realizou
O que fazer depois
Pra onde é que eu vou?

Eu vi você voltar pra mim
Eu vi você voltar pra mim
Eu vi você voltar pra mim...


Sábio Renato Russo. Acho que desde o dia em que eu conheci Legião Urbana e sua obra eu achei que eles sempre faziam as suas músicas pra mim.
Uma cuiriosidade, eu fiquei totalmente de luto quando o Renato Russo morreu, em outubro de 1996. Fiquei mal, chateada, quis ir no enterro e tudo, mas of course, minha mãe não deixou, diferente do Johnny o maioral, eu só tinha 15 e não 16...
Mas então, eu tava olhando o Lyrics e achei essa pérola de música chamada Maurício. Mais como o texto do post disse, podia ser Veronica. Sempre curti essa música, mas hoje, 2009, 13 anos depois da morte do cara, eu: casada, formada, mãe, amiga, filha, cúmplice, careta, doida, ainda sinto o mesmo vazio e ao mesmo tempo a sensação de ternura e medo que eu senti lá nos meus 15 anos de idade quando eu fumava Hollywood escondido no terceiro andar do colégio e ouvia minha cassete no meu walkman (eita, que velharia rsrs).
Sensações de querer bem, de perdão, de despertar, de amar, de tarar, de pensar, de fugir, de agir, de tentar, de desistir, tudo isso e muito mais eu sinto ao ouvir as músicas que eu gosto.
Um dia, eu prometo que tntarei fazer um retrato da minha vida baseado em todas as músicas que falam da minha alma, até porque quem me conhece sabe: A MINHA VIDA TEM TRILHA SONORA E A SUA TEM?

Beijos imensos e especiais pra meus amigos da adolscencia e um mais especial ainda pro PR, gente boa, cara do bem que sempre tem uma palavra amiga pra essa: "nêga maluca, nêga maluca, doida, doida, doidaaaaaaaaa!!!"

Beijo beijo pros leitores e:
Sinto saudades de Sah, Thi e Dani, cadê vocês povo?
Vê, Sereníssima!

3 comentários:

Carol disse...

Tudo bem que vc não tá com saudade de mim, mas eu comento mesmo assim.... kkkkk

Minha vida tem um monte de trilha sonoras, praticamente um filme! rsrsrs

Então... ia te mandar email mas fiquei com preguiça, e como já esotu aqui então vamos lá.

Todo dia 30 eu ando publicando textos que não são meus no blog. As tais das "participões especiais" e esse dia 30 é seu!
Quero um texto (o tema vc pode escolher) e uma imagem pra ilustrar!

Me manda até o dia 29!

(Se quiser olhar as outras participações é só pesquisar no marcador "Participações Especiais"

Bjs

Irmãs disse...

Eu tô aqui!!!! Vortei Vê! Eu tbm amo Legiao Urbana e eu sempre achei que Maurício era pra mim. Depois passou pra Se fiquei esperando meu amor passar e agora é metal contra as nuvens ( minha preferida ).

A minha vida também tem trilha sonora. O CD que mais fala sobre mim é "O descobrimento do Brasil"

Beijos!

Sah

D@ni disse...

Aqui amigaaaaaaaaaaaa, é a correria, tu num sabe. Mas olha, dou uma passadinha quase que diariamente aqui no seu cantinho. Não dar tempo comentar os posts, mas dar tempo saber o que ta rolando na sua vida. Tô por dentro de tudooooo (inclusive as entrelinhas do post). xero