terça-feira, 22 de maio de 2012

Um pouco de coisa séria.

Neste último domingo foi exibido no Fantástico a entrevista reveladora da Xuxa, onde ela conta diversas questões da sua vida e suas experiências (ou melhor algumas delas) das mais variadas.


Bem, a minha opinião sobre a entrevista dela, é bastante controversa. Ao mesmo tempo que pareceu sincero e honesto, noutras vezes pareceu técnico e muito ordenado, cheio de sotaque sulista, e um culto a um momento da vida dela que na minha opinião ela sempre fez questão de não comentar.


Enfim, o que eu vim falar aqui é sobre a questão do abuso sexual que ela conta ter sofrido durante alguns anos da sua vida e sendo praticado por pessoas diferentes.


Sendo verdade ou não, o que ela disse e realmente o que acontece com milhares de crianças e adolescentes do Brasil e do mundo. A culpa, a sensação de impotência, a vergonha, o sentir-se sujo (a), o medo do agressor e principalmente a falta de perspicácia dos pais dessas crianças que não prestam atenção aos sinais que seus filhos emitem.

Abuso sexual acontece independente de raça, credo, posição social, acontece e pronto. E quem agride usa sempre dos mesmos argumentos sórdidos.

Então fica a dica: prestem atenção nos seus filhos, sejam próximos deles a fim de que ela se sintam a vontade para confiar em vocês.

Eu comecei a escrever essa postagem faz tempo e recentemente acessei um conteúdo muito bacana que fala da temática de modo leve e instrutivo para crianças, é a coleção Pipo e Fifi - só jogar no Google que da pra ter acesso fácil!

Olho vivo e fato fino porque o agressor na maioria das vezes dorme no quarto ao lado da criança!

Paz e luz,
Vê.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

No dia em que fui mais feliz...

Oiê pessoal querido!


Tempos sem vir aqui, mas por uma boa causa.


Sabe quando quase todos os probleminhas chatos desaparecem como num passe de mágica? Pois é, exatamente assim que aconteceu comigo e eu estou aqui pra compartilha com vocês.
Então, há um mês e meio eu recebi uma ligação da Prefeitura da Piracicaba, para participar de um processo seletivo para assistente social na secretaria municipal de desenvolvimento social. 
Logo que eu cheguei aqui, sai lançando currículos pela internet e mandei pra prefeitura também na esperança de que um dia pudessem me chamar para uma contratação temporária. Beleza, 09 meses depois me ligaram e me convidaram, eu aceitei e fui pro processo seletivo que foi dividido em 2 etapas. 
Confesso que fiquei descrente, e não achei que seria convidada para participar de um outro momento, mas fui. Fiz meu papel, explicitei a minha experiência e a minha humildade, porque mesmo sabendo que eu sou foda rs, sou humilde kkkk, sério.
Ai na véspera do dia do trabalhador, recebo a notícia que fu aprovada no processo seletivo e hoje integro a equipe técnica do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), órgão que trabalha com média complexidade - inclui-se violência e violação de direitos.
Estou feliz demais, com uma equipe bacana, fiz novas amizades e acho que agora sim, minha vida vai começar a mudar aqui em Piracicaba.


Obrigada a todos que torceram por mim, foi muito bom mesmo!
Um beijo a todos e depois eu volto com mais novidades. Tô com fome agora!