quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Pérolas jornalísticas.

Aqui no RJ existem os jornais de bairro, aqueles onde comerciantes locais anunciam seus promoções, serviços, e coisas do gênero. Nesses jornais têm em sua maioria os correios sentimentais; o editor (perdoem jornalists amigos, eu metendo o bedelho na profissão de vcs, mas tem uma causa justa rsrs) falando do bairro, curiosidades e tal.

Porque falar disso tudo? Eu trabalho em um bairro da Zona Norte do RJ que tem esse jornalzinho. A agência até tem um anúncio nele. Por sermos anunciantes, recebemos quinzenalmente o exemplar fresquinho do Pasquim!

E nessa ultima quizena saiu uma matéria interessantissima na coluna do leitor onde um rapaz de 28 anos intitulado "Namorado Moderno" pedia conselhos ao "Dr. Hitch" sobre uma situação amorosa. Na verdade nem era conselho, ele tava querendo expôr a situação.

E como essas coisas me intrigam, pensei: Putz, vou ter que colocar isso no blog.
Vou escrever mais ou menos o que o rapaz falou pq eu muito zebra, esqueci de trazer o jornal pra copiar na íntegra as doces palavras do leitor.

"Caro Dr. Hitch (esse não é o nome do colunista rsrs).

Há cerca de dois meses mais ou menos fiz uma viagem com a minha namorada e uns amigos pro Nordeste e num dia um desses amigos bebeu demais e ficou muito ruim mesmo. Fez aqueles vexames que bêbado de plantão costuma fazer. Vomitou, sujou-se de areia e tudo mais. Então resolvemos que deveríamos dar um banho no cara, até pq a situação tava crítica.
Ao chega no chuveiro eu falei pra minha namorada: Olha só, eu não vou tirar a roupa dele, vc faz isso por favor, e também não vou dar banho nesse marmanjo.
Ela prontamente atendeu o meu pedido e fez o "serviço".
Minha dúvida é: eu sou um namorado liberal não sou? Eu acho que sim porque que homem em sã consciencia deixaria a sua namorada dar banho e ver um homem que não fosse o seu nu?
Até porque eu não faria isso, não sou gay né Dr. Hitch..."

A história tinha mais coisa, mas eu fiquei tão abismada com tamanha falta de noção da criatura que pensei de imediato: Essa vai pro Insustentável!

Ai me passou pela cabeça, o cara de tão machista que é pediu a namorada pra fazer o tal serviço como ele diz, porque não queria passar por gay, afinal né, dar banho em homem que ta precisando de ajuda é feio! Ah outro detalhe, cadê a compaixão desse moço? Se o bêbado era tão amigo como ele dizia, que mal teria em fazer esse favor pro cidadão? Imagina se isso não fosse machismo, o que seria?

É, ele realmente é um Namorado Liberal!

Só por hoje galera.
Beijos imensos

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A nossa história... (post antecipado, não aguentei esperar)

A gente se conheceu em 1999. Tínhamos amigos em comum e sempre nos esbarrávamos pelo bairro em que moramos até hoje. Os papos cabeças sempre fizeram as nossas e acaba que no fim, a gente ficava meio deslocado da galera "in love" de amizade.
No final desse mesmo ano, um dia eu cheguei no grupo e me despedi porque precisava estudar pq o vestibular estava chegando e eu precisava passar.
Lá se foram quase 12 meses desde a despedida até o reencontro. Uma festa de 15 anos de uma prima que por consequencia era muito próxima na época da irmã dele.
Nessa festa, eu estava sozinha, puta da vida pq minha mãe não quis ir comigo e ainda por cima não quis emprestar o dinheiro pro táxi. Ai resolvi: vou beber pra esquecer meus problemas... E bebi mesmo, umas 25 tulipas, segundo ele. Fiquei ruim... Mas ele tava ali, sempre do lado, conversando, meio que tomando conta. Nos despedimos e combinamos de fazer algo no dia seguinte.

O dia seguinte chegou e eu fiquei pensando: Hum, ele ficou a fim de mim ou foi só educado pq eu me encontrava em alto grau etílico?
Bem, pra saber disso surgiu em mim aquela de sempre, cara de pau. Tomei coragem e fui na casa dele convidar pra uma baladinha de domingo. Ele aceitou e disse que iríamos sim.
Beleza, já na balada, eu morrendo de ressaca, mais uma vez acabei ficando lá, destacada conversando só com ele.
A galera que foi com a gente começou a colocar pilha, falando: Poxa cara, beija logo! E eu me fazendo de santa que nunca fui: Que isso gente nada a ver!
Até que ele se encheu de coragem e disse no meu ouvido: Vou te pagar um suco, mais tem que ser no andar de cima.
Foi a deixa! Subi no tal mezanino e lá, ele não disse nada. Me beijou e se impolgou a ponto de me fazer dizer: Ei, calma ai querido!
Depois dos muitos beijos voltamos pro meio da galera e a zoação foi total. Levamos bem e ficamos juntos o resto da noite. No final ele disse: Me dá seu telefone, eu não tenho. Na verdade nem sei ao certo onde vc mora, só sei que é na rua X.

Passei o telefone e deixei quieto, afinal nessa época eu era a piriguete rsrs. No dia seguinte, uma segunda feira, ele ligou. Perguntando se tava tudo bem e o que eu faria na quarta a noite. Eu disse que tinha uma festa de 1 ano pra ir e depois nada mais. Ai ele completou: Olha só, minha mãe faz aniversário, vai rolar um churrasco, que tal vc aparecer lá em casa? Eu falei: Ok tudo bem, depois da festa eu passo lá sim. E foi o que eu fiz, marquei um tempinho na festa e fui pra casa dele. Pessoas conhecidas, chopp e muitas risadas.

No final da festa ele fez questão de me levar em casa e disse assim: Você quer namorar comigo? Eu me assustei! Fazia tempo que não escutava isso. Perguntei se ele tava falando sério e ele disse que sim e ainda completou: Vc é legal, eu te conheço há tempos, tá sozinha, eu também tô, vamos tentar...
Eu por 2 segundos pensei e falei: Ok, fechado, vamos namorar sim!

Isso aconteceu em março de 2001.
O primeiro beijo no dia 11 e o pedido de namoro dia 15.
O noivado aconteceu em 11 de março de 2002;
O casamento no civil em 12 de agosto de 2004;
O casamento religioso em 04 de setembro de 2004;
O nascimento da nossa Maria Ísis em 09 de outubro de 2007;
E dia 11 de março de 2010 (é pessoal) completamos 9 anos de união que não se dissolveu apesar de trancos, barrancos, traição, falta de grana, emprego e compreensão, mais acho que o amor é forte ou então a reza é braba kkkkk.

Essa é a história de Veronica e Fábio!

Beijos a todos

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Inspiração

Ultimamente eu ando cansada pra caramba, venho aqui, leio as postagens amigas, mas me falta a tal Inspiração pra escrever com o mesmo afinco de antes.

Quando eu resolvi reativar o blog eu já tava em casa e ai tinha mais tempo pra delirar rsrs.

Agora fica mais complicado, surgem vários temas e ai como eu não escrevo logo, acabo esquecendo e perco o fio da meada.

Eu tô sem a tal Inspiração, mas conheci um blog novo chamado Tudo Vira Post.

Adorei a temática das meninas e o ultimo post é super legal, vale a pena conferir.

Então é isso pessoal, bom final de semana para todos. Amanhã é dia de mercado e domingo de Monobloco no Centro da cidade hehehehe.

Beijos

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Pra quebrar tudo

Eu não sou fã desta banda, mais confesso que essa música me deixa bem feliz ao ouvir. Canto a plenos pulmões. Tem uma batida boa, uma guitarra bem interessante e a voz da vocalista é bem legal.

Com vocês: Paramore - That's What You Get

Beijos queridos e amanhã eu volto com novidades.




quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Quanto riso, ó quanta alegria; mais de mil palhaços no salão...

Fala povo!

Carnaval chegando ao fnal e com ele se vai o descanso. Eu tinha programado várias coisas pra fazer mais no final das contas acabe deixando o barco ir levando. Esse é o terceiro ano depois de outros 12 anteriores sempre viajando, que eu fico no RJ e achei legal. Quem conseguiu driblar o trânsito, se dvertiu pacas. Eu fiquei em casa mesmo, levei a criançinha pra ver o "Calaval" como ela diz e curti um praia na segunda.

O único inconveniente que eu ainda vejo na cidade é a sujeira e o mal cheio. Mesmo com a instalação de banheiros químicos (quantidade insuficiente), não deu vazão, a cidade tá um grande banheiro de botequim pé sujo!

Fora isso, deu pra descansar, curtir um pouco a família grande, até pq aqui em casa tudo vira festa né.

Domingão rolou bailinho de carnaval na casa da amiga Adri, 30 anos - mais uma balzaca chegando com força total.
Putz, fiquei meio tonta com isso, pq esse ano é minha vez também rsrs.

Da folia, direto pra vocês, umas fotos...

Beijos imensos e ótima quarta feira de cinzas para todos pq eu vou... TRABALHAR!


Foliã de Bailarina

Agora de Menina da Selva!


Meu Rio de Janeiro - Sujo, cheio de corrupção e violência, mal governado, desgovernado, porém LINDO! Assistir a esse pôr do sol em Ipanema com direito a aplausos, não tem preço.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Ser menino é...

Segunda feira no niver da mamy, a gente estava na casa dela em grande família e de repente, já no final da festa, começamos a dividir os comes e bebes que sobrou pro povo todo né, afinal mamy mora sozinha e não ia aguentar comer tudo, além de enjoar.

Eis que uma prima começa a falar da forma de conservar o bolo salgado, ai solta a pérola:"E´só colocar Tupperware no freezer que fica ótimo!"

Ai, meu primo que tem 23 anos soltou assim: Que porra de Tupperware é isso, serve pra comer ou pra vestir?"

Gargalhada geral! Claro que pra vestir ele sabia que não era, mais ele NUNCA teve a oportunidade de ver uma amostra do catálogo, aquelas que aconteciam na casa das revendedoras, onde elas apresentavam os produtos, faziam lanchinhos e a mulherada conhecida só comprava e comprava.

Coisas dos anos 90, onde ele só soltava pipa e jogava bola.

Ser menino é isso!

Ter quase 30 é isso tb, saber dessas coisinhas, aff, que loucura!

Beijos

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

O bebê; mas a mãe não é ela!

Dias desses a noite, voltando pra casa, meu celular toca, era uma amiga perguntando se eu estava com tempo porque ela queria conversar. Eu respondi que sim, que estava no ônibus e que ela poderia falar.
Quando ela me fez essa pergunta, eu mais ou menos já imaginava do que ela falaria. Ai comecei a ouvir. Foi o meu primeiro teste depois das lambanças do ano passado. Ouvir, apenas ouvir, acalentar e só.
Ouvi, por mais ou menos 1 hora e meia a história dela com o ficante.

"Vê, cara, tô ferrada! Lembra que na semana passada eu contei pra vc que fui a uma casa de shows e conheci um menino? Então, a gente tem ficado desde então. Ele é lindo, atencioso, fofo e um monte mais de adjetivos que você quiser, só que tem um pequeno detalhe: tem 20 anos. Ele só me disse isso ontem , quando a gente saiu, ele pegou o cartão de crédito pra pagar a conta e eu dei uma sacada na identidade, e vi que ele nasceu em 1990, comecei a indagar e ai ele disse que não tinha 25, e sim 20, tô passada..."

Bem, minhas impressões estavam corretas, ela falou de um rapaz rsrs. Amiga solteira sempre tem umas histórias engraçadas da night que me lembram as minhas e eu me divirto muito.
Mais a questão é que ela tá mega interessada no gatinho, a recíproca é verdadeira, mas segundo ela a diferença de idade começou a gritar, já que ela tem 30 anos e o gatinho 20 anos.
Ai ela falou um monte de coisas, que tá confusa, que foi pro motel como gatinho, que ele é uma delícia, que deixou ela de ponta a cabeça, que x, que y, que z.

Eu só me relacionei com uma pessoa mais nova uma única vez, eu tinha 20 e ele 17. Eu e marido temos a diferença de idade de 5 meses a mais pra mim ( o que é irrisório), mais eu sou super a favor de qq forma de amor.

A única coisa que eu acho e fiz questão de frisar pra ela no papo é que (eu ia publicar isso aqui kkkkkk) a idade pouco importa, porém tem a questão da maturidade e da vivência mesmo.
Ai falei pra ela: Amiga, só vai com calma, pq aos 30 a gente tende a ser impolgar com mais facilidade rsrsrsrs. Ela concordou comigo e falou que tá zonza, cheia de porques na cabeça e sem saber o que fazer.

Dessa vez, eu fiz diferente, ouvi, dei risadas, dei um alerta e cara, me senti muito melhor... Esse é um exercício diário pra minha vida sabe. Me despir de antigos hábitos que cultivei ao longo dos meus 29 anos, não tá sendo fácil não, mais tô sentindo que tá fazendo bem, então bora continuar né rs.

Enfim, escrevi o post aqui pra contar essa peripércia e aproveitar pra perguntar a vocês leitores:

Uma diferença de idade assim, de 10 anos, faz muita diferença num relacionamento (seja ele qual for - ficante, namorado, casados, peguete rsrs)?

Me falem tudo e não esqueçam nada.

Beijos

Vê.

PS: Leca, tá ai a tua história, falei pra vc que ia publicar kkkkkkkkk!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sexagenária

Hoje é uma data super importante pra mim. É o aniversário da minha querida e amada mãe. Em 2010 essa data fica mais legal pq ela está completando 60 anos.
A vida da minha mãe não foi uma vida fácil, ela fez algumas escolhas complicadas ao longo dela, porém nem por isso perdeu a vontade de viver e a garra de recomeçar inúmeras vezes sempre que foi preciso.

Quando eu nasci, ela tinha 30 anos, já estava num casamento falido, mas resolveu levar mais 16 anos (não foi intencional tanto tempo) acho que por medo e pra não ter que se explicar pra família e outrem...

Hoje em dia, ela vive só, mais estamos mais juntas que nunca, nos ajudamos, devo não só a minha vida a ela, mais tudo que eu conquistei e ainda vou conquistar.

Parabéns mãe! Eu te amo muito!
Mais tarde tem bolinho surpresa pra você.

Beijos

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Entrando na onda

E lá no Criando, o blog musical da Taty rsrs, tá rolando um monte de musiquinhas.

Resolvi colocar um videozinho depois de um tempão.

Eu ODEIO video game, só gosto de The Sims, Pack man rsrs e umas coisinhas bem infantis. Só que tem um jogo que eu me amarro chamado Guitar Hero, e num dos volumes, tem essa música que vocês vão ver ai, é um bicho pra tocar. Aumente no volume no máximo e fique com os dedos doídos rsrs.

Com vcs Jack Black e sua banda Tenacious D - The Metal!




Beijos

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Na frigideira com óleo de Canola

Oi galera!

Tudo bem? Saudades de vocês.

O calor aqui no Rj tá de matar e em SP e no Peru a chuva não pára. Será que São Pedro não podia dar uma equilibrada no lance?

Gente, vocês não fazem idéia de como está isso aqui. Eu saio pra ir trabalhar, tipo meio-dia, então o maçarico tá ligado. Eu trabalho perto de um shopping Iguatemi, e na porta dele tem um termômetro digital, que por volta de 13:20, registrava 44º graus.

Eu fiquei velha! Nunca tinha visto um marcador passar de 40º, mais eu sempre tive a certeza que passava disso sim! Até pq quando eu era adolescente, meu pai tinha um conhecido que trabalhava na empresa que fazia a manutenção dos termômetros/relógios e um dia ele contou pra gente que todos os relógios eram programados pra não passar de 42º para não alarmar a população - ordem do Governo do Estado...

Surreal né galera, mais é assim que vão entrando e saindo governos aqui na minha cidade. Mas o foco não é esse rsrs, é pra falar do calor e suas agressões (visuais, mentais e corporais).

Eu AMO verão, mais essa ano tá demais da conta. Não roupa que fique confortável porque vc tá sempre suando feito louca; as crianças ficam irritadas; os coletivos cheios e cada vez mais fedorentos e cheios de homens sem camisa encostando em você (as vezes sem querer outras não); a água que não gela; o ar condicionado que não dá conta (no meu caso, acabou de pifar ontem e o conserto só vai rolar no domingo).

Enfim, coisas que eu comecei a perceber com muita força nesse verão, que tá quente pra cacete.

E a pérola de todas as pérolas: EU VI UM CARA COM UM BLUSA DE REDINHA PRA ESPANTAR O CALOR! Vou ver se acho uma foto e coloco aqui, pq realmente passou do limite do surreal!!!

É isso pessoal.

Fiquem na paz e uma beijoca.