sábado, 15 de outubro de 2011

Mini férias

Oi pessoal.


Vim aqui para dizer que estaremos eu e família de férias na minha cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro.


Serão alguns dias para celebrar a família, o amor e curtir um pouquinho o pessoal que a gente não vê desde julho.


Na volta, espero trazer bastante novidades e algumas fotos.


Beijocas,


domingo, 2 de outubro de 2011

Ainda no Rock in Rio

Oi pessoal.


Eu vim aqui na quinta passada pra falar do Rock in Rio. Não tive oportunidade de ir ao festival: primeiro porque eu não tinha grana e achei super caro e depois porque quando começaram o "esquenta" do festival, eu já sabia que no período eu já estaria morando aqui em Piracicaba.


Mas o bacana foi a tv fechada e a internet ter transmitido o festival ao vivo, o que pra mim e muita gente foi o máximo. Quando eu escrevi aqui no último post, falava da minha emoção com o Tributo à Legião Urbana de como eu fiquei emocionada, feliz e extasiada com o show do pessoal


Bem, eu achei que seria apenas ali, mas meu povo, ontem o RIR (é assim que as redes sociais estão abreviando o nome do evento) mais uma vez me emocionou, me fez chorar e me deixou nas nuvens.


Tudo bem, vocês podem falar: Putz, mas porque tudo isso com Maroon 5 e Coldplay? Então eu respondo: Porque simplesmente adoro as duas bandas. 


Meu amor pelo Maroon 5 começou ainda lá em 2006 quando no trabalho eu ouvi pela primeira vez a baladinha romântica Sunday Morning. Lembro que ao final da programação da rádio eu não consegui ouvir o nome da música e nem do artista ai liguei na rádio e pedi ao atendente a playlist. Óbvio que eles me deram 200 algumas músicas e eu entrei no pai de todos da internet procurando vídeos de uma a uma até que eu ACHEI Sunday Morning. Imprimi a letra, baixei a música e fiquei ali ouvindo incessantemente.
No ano seguinte, passei a conhecer a discografia da banda, baixei mais músicas e no meu MP3 "grávido" só tocava Maroon 5.
Em 2008, tive a oportunidade de assistir no HSBC Arena o show do Maroon 5. Pena que as fotografias se perderam, mas foi um show memorável onde eu tive 15 anos de novo, gritei, chorei, cantei e não fiz feio diante da meninada histérica que estava ao meu lado.


Com Coldplay a coisa foi mais ou menos assim, só que mais estranho rsrs. Eu estava um dia no Mc Donalds e tocou a minha música preferida Talk e eu fiquei ali, viajando e prestando atenção na voz do cara, na letra e melodia da música e constatei: Yes, I like it!


Ai nova saga, buscas na internet, letras, MP3 e Talk durante muito tempo passou a ser o toque do meu celular e fatalmente quando tocava perto de alguém conhecido a pessoa sempre falava: Cara, que música boa!
Beleza, com Coldpaly não tive oportunidade de ver show. Quando eles fizeram a turnê do Viva la Vida no RJ, eu achei meio caro pro meu momento e acabei não assistindo o show. Paciência né! 


Eis que então, no RIR, no conforto da minha TV, com a mesma emoção, o mesmo afeto e a mesma tietagem eu consigo assistir de uma só vez as duas bandas. Os críticos falaram mal de Adam Levine do Maroon 5, mas eu nem ligo, percebi sim que ele desafinou, mas vamos combinar, o cara teve um puta privilégio, cantar para nós brasileiros, que na minha opinião somos os maiores fãs do mundo - quero dizer que brasileiro quando é fã de qualquer coisa, se dedica, ama, faz loucuras e etc - e também porque cantar pra quase 150 mil pessoas não é mole não. Mas é isso, pra mim o show teve um magnetismo maravilhoso, foi emocionante e eu AMEI.


Dai vem Coldplay, que foi tão perfeito como Maroon 5, porém um pouco mais ordenado e profissional, visto que a banda é menos comercial e teenager quanto Maroon 5. Fiquei triste para caramba porque eles não tocaram Talk e Speed of Sound, mas de resto, foi fantástico. Pra mim os pontos altos foram Violet Hill, tema da 6ª temporada de Grey's Anatomy e Viva la Vida, que contagiou absurdamente a galera. Enquanto o povo cantava, eu fazia meus comentários no Facebook e chorava igual a criança. Quando o batera mandou pela primeira vez o solo cheio daqueles maravilhosos ô ô ô, eu achei que ia infartar. 


Acho que música é isso, é te fazer mais feliz, te emocionar, te levar a lugares jamais vistos ou até já vividos e as vezes esquecidos. Música é contagiante, inebriante, prende e faz brotar sentimentos dos mais variados. Por isso que eu AMO MÚSICA E MINHA VIDA TEM TRILHA SONORA. Que bom! Maroon 5 e Coldplay fazem parte dela.


Agora as preferidas de cada banda. Beijocas carinhosas, VÊ


Talk - Coldplay

Sunday Morning - Maroon 5



Viva la Vida - Coldplay

If I Never See Your Face Again - Maroon 5 feat Rihanna