sábado, 15 de agosto de 2009

Coluna da Ane!

Oi pessoal, espero que curtam esse texto da Ane. Ela tá num momento super legal da vida e tem escrito coisas otimas. Detalhe: me super identifiquei. Beijos a todos.
Vê.

Falta algo?

Um dia acordei, e vi que faltava algo, senti falta, mas não sabia o que era.

Fiz minhas atividades como sempre, tomei um banho antes do café, liguei a tv, mas sempre pensativa, o que será que está faltando, reguei as plantas, lavei a louça, rotina do dia-a-dia, sentei novamente no sofá e liguei a tv, olhei para um lado depois para o outro, sem saber o porque daquela sensação, qual o motivo daquela falta, senti-me melancólica, com vontade de chorar, senti-me mal, a tarde foi chegando, meu coração acelerado, na espera de um telefonema, quem sabe se com um bom papo eu poderia lembrar, talvez alguém dissesse uma palavra que fosse a chave para o meu enigma, ou não, mas de tudo já valeria a pena.

Sentia-me mais ansiosa, pois o tempo passava e nada.

Resolvi que sairia para distrair a mente, olhar as pessoas, caminhar um pouco, talvez eu esqueceria de pensar no que estava faltando, mas depois de pronta, desisti, questionei, resmunguei, pronto, o telefone tocou, então fui atender; "Alô! (então respondi) Oi!, a pessoa do outro lado da linha perguntou: Quem fala?, e neste mesmo milésimo de segundo o fone caiu da minha mão, e tudo ficou tão claro. Uma simples pergunta, “Quem fala?” e me fez refletir que faltava algo sim, mas que não era material, e sim algo que nunca deve faltar, algo importante, indispensável, um bem maior, algo que deve ser lembrado todos os dias, horas, minutos, segundos, lembrar de quem somos, o que temos feito por nós mesmos, lembrar que cada dia que se termina não volta, que viver em uma rotina constante não traz crescimento e sim perda de tempo,tempo esse tão importante para uns que já não o tem mais.

Tenhas esperança, expectativas na vida, cuide-se, olhe-se no espelho, dar-se valor, diga que é linda, magnífica, maravilhosa, aceite um elogio de quem te ama, simplificando; Ama-se todos os dias, com sol ou chuva, com problemas ou não, estando bela ou nem tanto, mas nunca esqueças que és valorosa, que és importante, que és mulher!

RJA.

Um comentário:

Tati disse...

ai ve q lindo isso... adorei...... me identifiquei tb claro... as vezes acordo com essa sensasao.. de faltar algo... q coisa!!
bjks