quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Boas lembranças

Vocês sabem que eu estou na corrida em busca do mestrado né. Só falo nisso, penso nisso, respiro isso, enfim, são 4 anos tentando e morrendo na praia. Só que desta vez eu estou sentindo que dá sabe... Instinto materno rsrs.

Mas o que isso tem a ver com o que eu vou escrever? Eu estava pegando o backup do pc pra achar um arquivo que vai pra tal inscrição do mestrado, quando me deparo com uma coisa muito linda e de muito valor para mim: os agradecimentos que foram colocados na minha monografia (ok, eu tirei 7,0 nessa bosta, fiquei mal por semanas, mas hj sei que essa nota não tem nada a ver com o profissional que eu sou e que eu ainda posso ser, mas eu fiquei com essa "mancha no currículo", coisa de CDF), então foi uma dedicatória de todo o coração que eu queria compartilhar aqui com vocês.
Aproveitem e beijinhos....


Veronica Guimarães da Costa

AIDS no sistema penitenciário do Rio de Janeiro: considerações sobre a política de saúde destinada aos internos do Hospital Penal de Niterói.


AGRADECIMENTOS

A Deus; pela saúde, pela vida e proteção.

A Sandra Guimarães; mulher exemplar - mãe, amiga, força, garra, tudo de bom. Sem você realmente não teria conseguido mesmo. Você é a minha melhor parte!

A Fábio; meu marido, meu grande amor. Perdoe-me pela presença ausente e também pelas inúmeras “noites sem jantar”. Te amo!

As melhores amigas que pude fazer nesses anos de UFF: Érica Landi, Letícia Lacerda, Michele Coutinho, Priscilla Rocha e Renata Silva. Muito obrigada pela amizade eterna, vocês são parte de mim. Sem a força que nos demos mutuamente, seria difícil chegar até aqui. Seremos sempre a “comissão de frente”.

A Fabiana Oliveira e Isabella Fernanda; um agradecimento pra de especial! Obrigada por me aturarem nesse final, Isabela por compartilhar da orientadora, do tema e do desespero. Fabiana por compartilhar das horas incansáveis de choro, da amizade eterna e muita cumplicidade. Vocês sabem que são muito especiais para mim e que amo muito vocês. Obrigada por vocês existirem.

Ao Dr. Mário Molinaro; por ter me dado a oportunidade de conhecer um pouco a realidade do Hospital Penal de Niterói, instituição que está sob sua responsabilidade. Valeu a força!

A Marciane Ornellas. Obrigada por tudo. Tomara que tudo saia do jeito que desejamos. Mais uma vez, fico grata por você ter sido minha orientadora. (Vaca, por causa dela tirei 7)

Aos internos do Hospital Penal de Niterói, por terem me deixado invadir sua privacidade, individualidade e sua doença. Por causa de vocês, agora enxergo o doente de HIV nos sistema penitenciário de outra forma. Obrigada mesmo, de coração.

Para finalizar, queria muito agradecer a uma pessoa que é muito importante na construção do meu projeto profissional – Márcia Barbosa. Minha amiga, minha supervisora, minha Assistente Social preferida. Quero que você saiba que sua trajetória profissional me emociona e que sem seus toques durante a principal fase da vida de um acadêmico – o estágio, talvez não tivesse força para chegar até aquI. Muito obrigada por nossos caminhos terem se cruzado!



Espero que gostem!

Beijos...

4 comentários:

MeL disse...

Eu não entendi muito bem do que se trata...kkkk mas achei muito bacana os agradecimentos... bjs veeeee xodade doxe já...

Irmãs disse...

Que lindo Vê ... qq coisa estou online viu ... tô escondida, é só chamar ... rs

Beijos!

Sah

disse...

Mel Lissa, isso é uma tradião, qdo vc termina a faculdade e faz a monografia é de praxe qu no inicio dela faça agradecimentos a pessoas que estiveram presente durante toda a trajetória acadêmica...
É isso garota!

MeL disse...

hummmmmmmmmmmmmmmmmmmm tindi, mas se Deus quiser na vou entender na pratica daqui a 4 anos e meio... hahahh