domingo, 4 de outubro de 2009

Miscelânea

Gentem, boa tarde. Domingão, tempo feio, cara de cidade dos "meus" e da "minas", mais tudo bem faz parte do meu show.
Ontem eu aproveite um pouco a minha noite/madrugada pra ler uns blogs novos e cara, tem gente muito boa na blogsfera. O pessoal se dedica mesmo e escreve com afinco sobre os temas que escolhem.
Também fiquei ouvindo músicas, afinal isso me dá um prazer quase que sexual, ainda mais quando essas músicas tem a ver com o meu momento de vida da época.
Então falando de vida, falta uma semana pro aniversário de 2 anos da Maria Ísis, não vai ter festa porque além da pouca grana, eu tenho prova no dia seguinte bem cedo, e pra variar a dedicação tem sido pouca. Apesar de ter as tardes livres pq a pequena tá na escola, eu acabo querendo ficar comigo mesma hehehe.
Brincadeiras a parte, na quinta feira fui a uma entrevista de emprego (prefiro nem comentar rsrs) e depois liguei pra uma amiga e fomos tomar um choppinho. Ela levou um amigo e ficamos os três, rindo e jogando muito papo fora. Adorei, pq pra mim sempre é maravilhoso conhecer gente nova e o menino que foi com a minha amiga eu não conhecia. Gente boa, sofredor assistente social também como nós, e tá fazendo mestrado, o que possbilitou uma conversa bem intelectual, cheia de dicas pra mim que tanto quero entrar pra high society do mundo acadêmico.
Ai nisso tudo vem a melhor parte...
Na hora de voltar pra casa, eu peguei o metrô porque eu além de um pouco etilizada, estava com muita vontade de fazer xixi e atrasada pq eu combinei uma coisa com a minha irmã e fiz outra (ai que cachorra q eu sou).
Enfim, tô eu lá no coletivo, ouvindo meu mp3 e de repente numa estação qq entraram dois guardas do metrô. Lindos homens por sinal. Ai as 4 mulheres que estavam próximas a mim e a eles começaram a olhar (eu tb), umas mais disfarçadamente, outras descaradamente e uma que tava acompanhada arrumou um jeitinho bem tranquilo de tirar o seu par da parada, trocuou sutilmente de lugar com ele pra poder olhar os moços melhor (nessa hora eu ri gente, na boa ri mesmo, pq eu sou super obervadora quando as coisas estão bem próximas a mim).
Ok, segue-se o destino e faltando 1 estação e meia pra eu descer chega o MAIS lindo bem perto de mim, sutilmente e pede pra eu tirar o fone do ouvido. Puta, na hora eu pensei, : cacete, devo ter feito alguma merda, ou então minha calça tá rasgada e eu pagando mico aqui no metrô lotadão...
Eu tirei e perguntei, sim pode falar.
Ai ele respondeu dizendo, você vai descer na próxima estação!
Ai eu falei: Não mesmo, desço na seguinte.
Ele compeltou: Não, você precisa descer aqui.
Eu: Moço, olha só tá acontecendo alguma coisa, o senhor tá me assustando.
Ele: Claro tá sim. Tô APAIXONADO por você e queria ouvir você cantando essa música ai bem no meu ouvido, e como eu desço aqui, achei que a gente podia tomar um chopp (minha bexiga quase explodiu quando ele disse essa palavra) e se conhecer melhor.
Eu: Muito obrigada pelo convite. E parabéns pela cantada, ousada, determinada e original, mas...
sou casada (mostrei a mão), tenho uma filha pequena que tá me esperando e ainda por cima já bebi o suficiente por hoje e tô com vontade de fazer xixi, mas mesmo assim, valeu mesmo.

Gente, abriu a porta, ele desceu e ficou lá, com uma cara de cachorro pedindo churrasco e eu dentro do metrô "sesintindo".
Bem, não escrevi isso pra pagar de gatinha ou de gostosa, mas pra contar pra vocês que as vezes, a gente tá se sentindo mal, chateada, feia, gorda, com a barriga grande, tem estrias, celulites e outras coisitas mais, porém sempre vai ter um chinelinho velho pra um pezinho cansado. Em outros tempos, na minha áurea época de "femme fatale" eu não teria pensando duas vezes. Mas hoje, minha dinâmica é outra e todo mundo que lê meu blog sabe o quanto eu luto pra continuar vivendo na paz com a minha família e o quanto eu gosto do meu estado civil.

Mais que foi bom hehehehehehehehe ah isso foi!

Beijos imensos, carinhosos, com saudades das meninas de teclado quebrado, leitoras avulsas, novas leitoras, leitoras fiéis, amigas virtuais queridas. Tô feliz galera, feliz por estar celebrando a vida através da minha filha, celebrando o amor através do meu casamento e mais feliz eu vou ficar na semana que vem (se Deus quiser).

Fui


PS: Cara, ganhei um poesia maneirissima de uma biba colega minha, só que porra, pra variar eu esqueci de salvar. Torçam pra que eu consiga falar com ele/ela de novo porque ai eu vou publicar aqui. Uma luxúria só rsrs. Mas como ele/ela diz que quer ser eu, ai podeeeeee!

10 comentários:

Flávia Romanelli disse...

Adorei a cantada do "puliça", menina que luxo! Que massagem pro ego.

Bjão e parabéns pra Maria Ísis, adoro as fotinhos dela fantasiada na escolinha que vc coloca no Orkut

MeL disse...

Nooooooooossa Vê, que delicia heim... É bom demais!

Andrea Mari disse...

Parabens! e que lindo celebrar a vida atraves dos filhos! amei......bjossss

Mylene Leme disse...

Nossa.. Aí sim hein!!
Cantadas são sempre bem vindas! adoramos...

Marcelo Novaes disse...

Verônica,




É isso mesmo. Sabe levar a cantada e dizer não com elegância, sem arrasar o poeta-de-improviso.



Beijos, e parabéns!







Marcelo.

D@ni disse...

kkkkkkkkkkkkk. É por isso que sempre digo, passar por aqui amiga, é certo: vou lendo e me acabando de rir, vc não tem noção. Adorei gata! Mas.........nas entrelinhas faltou narrar algo desse dia? kkkkkkk. Desculpaaaaaa.

Tati disse...

AMIGA.. UMA CANTADA É SEMPRE BEM VINDA.. AQUI ATE DE PEAO DE OBRA CARECA E BANGUELA TO FICANDO FELIZ..KKKKK

disse...

Dani, tá tudo na íntegra hehehehehe.

Andrea Mari disse...

tem selinho no blog pra ti! bjossss

Thirujo disse...

KKKKKK
KKKKKKK
KKKKKKKK

Permite-me rir a vontade ?

Espero que sim pq essa história é magnífica!

=D