terça-feira, 2 de agosto de 2011

Nem tudo são flores e pamonhas em Piracicaba.

Oi pessoal, tempinho sem aparecer. Vida corrida pacas apesar de não estar trabalhando fora, mas cuidar dessa casa grande ta acabando comigo rsrs. E a ladeira pra levar a Maria na escola? Putz, coisa de maluco.

Vim aqui pra dar uma desabafada mesmo. No domingo, liguei cedo pra minha mãe e quando ela atendeu estava chorando muito. Disse que estava com muitas saudades e que estava doendo muito. Nossa, fiquei de coração partido. Minha vontade foi de ir na hora pra "casa", mas consegui fazer algo que eu achava impossível, já que eu sou chegada a um drama: não chorei e ainda dei forças pra ela; inédito né?

Pois e, mas mesmo assim meu dia foi chato, arrastado e passei o tempo todo pensando nela, enviando boas vibrações e pedindo a Deus que acalmasse seu coração. Disse também que a casa aqui tá de portas abertas, se ela quiser largar tudo lá e vir pra cá, como dizemos nos RJ, "tamojunto".

Como sempre depois de algo chato vem coisa boa, minhas primas se organizaram ontem e nos falamos via webcam. Muito bom, deu pra matar um pouco da saudade e eu senti sinceramente que mamãe ficou um pouco mais leve. Mostrei a casa toda, conversamos, rimos e acho que valeu a pena.

Depos disso sabe o que aconteceu? Eu finalmente depois de uase um mês DORMI a noite toda. Acho que fiquei tranquila ao vê-la saber que ta tudo bem.

Agora o combinado é que ela venha em outubro e que depois passemos uns dias no RJ. Não vejo a hora.

Ah, ontem, 01 de agosto, nasceu Alice, filha dos queridos afilhados Fabiana e Leandro. Bebês sempre alegram as casas e as vidas. Parabéns queridos. Paz, saúde e muitas felicidades para essa família linda.

Beijos grandes,

Um comentário:

Gabi Rosa disse...

É Flor, nem td são flores msm... e sem contar q td na nossa vida tem seus bônus e seus ônus...

Mas ainda bem q td terminou mais tranquilo e q chegue logo o dia da visita da mamis né?

Bjo enorme!

gabirosaflor.blogspot.com