quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Mudanças geram incertezas

Olá pessoal.

Nossa, zilhões de anos luz que eu não venho por aqui, mas é que a situação tá crítica (no bom sentido é claro).

A galera que acompanha o blog há um certo tempo, sabe da luta que foi para retornar ao mercado de trabalho, o quanto eu estava deprimida no tempo que fiquei apenas me dedicando integralmente às atividades domésticas.

Hoje já se passaram 10 meses desde o início na agência de viagens. Fazendo algo que para mim até então era novidade, eu até tinha alguma noção de turismo, mas era ligado à eventos, mas receptivo, operadores, pacotes... tudo isso era como se cantasse Babalu em grego!

Nesse tempo, eu não deixei de procurar emprego na área de serviço social, mas as coisas começaram a ser mais espassadas, sem o compromisso, algo bem tranquilo, enviando currículos aqui ou ali.

Eis que mês passado, uma amiga muito querida me liga de manhã, eu em casa louca resolvendo as coisas pra despachar marido e filha e depois ir trabalhar, parei pra ouvir o que a minha amiga tinha a dizer.

Ela foi breve e sucinta: "Vê, seguinte, pintou uma vaga de assistente social aqui na ONG para supervisionar uma subarea do meu projeto, topa vir fazer uma entrevista na sexta?"
Eu falei na normalidade que sim, topava e ela disse: "Quero vc fazendo parte da equipe, então vou dar uma força aqui."

Chegou a tal sexta, rolou a entrevista com a coordenadora geral do projeto e o diretor e no final da entrevista, eu esperava sinceramente que ele me dissesse: Entraremos em contato. Só que eu fui supreendida, a coordenadora, disse no meio da reunião: Para mim já basta, está contratada!
Então o diretor disse: Ok, se você dá seu aval, para mim está bem. Quando você pode começar Veronica?

Quase cai da cadeira, mas mantive a pose. Fui sincera, abri o jogo e disse que tinha outro emprego, que precisava de tempo pra conversar, e que poderia começar no dia 02 de agosto. Só que daí pintava o outro problema... Como pedir demissão? Falei, da forma mais branda possivel, só que não foi aceita.
Como na ONG são apenas 2 dias de trabalho, os outros 3 e o plantão de sábado (que fazemos home office) são destinados à agência.

Resumão: De mãe deprimida desempregada a economicamente ativa novamente, trabalhando em duas áreas que ama, sendo produtiva e estando MUITO feliz.

Certezas? Apenas a de que eu quero aproveitar cada minutos desses meus dias.
Descobertas? Eu TENHO valor profissional SIM.
Mudanças? Muitas, mas eu tenho o comando da minha vida e Deus me comanda!

É isso pessoal!

Fiquem na paz e um beijo.

4 comentários:

As primas disse...

Puxa Vê...que legal...
Fiquei muito feliz!!!

É como dizem mesmo.

Quando procuramos, raramente aparece.
Quando não procuramos, CHOVEM oportunidades.

E isso vale para tudo!!!

BOA SORTE COM TUDO...

Vc merece =)

Bjs...

.Olívia.

As primas disse...

Puxa Vê...que legal...
Fiquei muito feliz!!!

É como dizem mesmo.

Quando procuramos, raramente aparece.
Quando não procuramos, CHOVEM oportunidades.

E isso vale para tudo!!!

BOA SORTE COM TUDO...

Vc merece =)

Bjs...

.Olívia.

Mulher Faladeira disse...

Vê que máximo!
Sei bem como nos faz bem se sentir útil naquilo que escolhemos abraçar. É meio frustrante depois de anos de ralação na facul, ficar fora do burburinho que tanto nos impulsiona. Também estou como vc mandando um cv aqui outro ali, mas o importante é não desanimar. Vc vai conseguir dar conta de mais essa atribuição, afinal vc é Assistente Social ou não é? kkkk!
Assistente Social que se preza assobia e chupa cana, foi isso que sempre nos ensinaram e chegou a hora de vc mostrar toda a sua versatilidade e competência!
BOA SORTE DEMAIS!
Estarei torcendo e qq coisa que precisar já sabe, é só gritar!
Bjks,

Danielle disse...

Ai amiga, estamos empatadas então. Nosso problema atual é falta de tempo. Tem hrs que me angustio pq não sobra nenhum minutinho p/ tc com amigas, contar as fofocas, bisbilhotar os blogs, postar no meu, etc. Mas aí lembro daqueles tristes dias que tudo que eu tinha era tempo. Passava o dia inteiro na net, de modo que tudo foi virando rotina e perdendo a graça.
Resultado: minha falta de tempo de hj é incontestavelmente melhor que o excesso de tempo da época que te conhecí.

\Portanto, sempre batalhamos por aquilo que acreditamos, chegou nossa hr de aproveitar cada minutinho para nossa inteira realização. Então querida, relaxa, vc vai dar conta sim!

Me disseram isso milhares de vezes e eu quase desisto do mais novo desafio, graças a Deus Ele me manda um anjo p/ me abrir os olhos e me fazer seguir sempre em frente.

Amigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, vai em frente, desejo tudo de melhor nessa vida. Te adoro demais Vê!