quarta-feira, 10 de março de 2010

Mulher cristã - Perguntas e Respostas

Algumas sandices que eu encontro nos jornais do RJ.

MAUS PENSAMENTOS.

Frequento a Igreja há 8 anos e antes de me converter eu namorava. Inclusive, renunciei meu namoro para seguir ao Senhor Jesus. Não sou mais virgem e de uns tempos pra cá tenho desejos sexuais que são dificeis de controlar. O que devo fazer? Como faço para esquecer o passado? Quero muito me casar, ser completa em minha vida sentimental, mas não aparece ninguém.

Amiga, procure evitar circunstâncias em que você sabe que vai sentir essa vontade. Sejam por meio de programas na televisão, revistas ou até mesmo tempo ocioso. Procure se ocupar, evitando o mal, assim ele fugirá de sua mente.


TIMIDEZ.

Namoro há 3 meses um pastor que é um grande homem de Deus e também meu primeiro namorado, como sou a primeira dele. Ele reclama que me acha tímida demais e até mesmo sem romantismo. Estou tentando ser menos "seca", mas está sendo muito difícil.

Amiga, o namoro cristão é puro, não é como nos filmes ou novelas. Éum tempo para se conhecer melhor, não física, mas mentalmente. Procure se abrir com seu namorado, conhece-lo e deixa-lo conhecer você também. Conte seus medos, sonhos, erros. Faça dele seu melhor amigo. Procure namorar em locais públicos. Em casa, esteja com pessoas de sua família, isto para evitar que o namoro se transforme físico e atrapalhe tudo.

PS: Para receber aconselhamento espiritual de uma mulher de Deus, envie seu email para bbbb@igrejakkkk.com.br (Resolvi não mencionar a Igreja só por precaução, quem quiser saber eu conto nos comentários).


Bem, li isso hoje no jornal da Igreja que estavam distribuindo na rua e a materia de capa era até interessante pq falava do terremoto no Chile e dos policiais militares do RJ. AI acabei me deparando com essa coluna e não podia deixar de mencionar aqui.

Beijos pessoal.

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Conheci tanto evangélico chato que implicou com meu jeito de ser, que hoje em dia procuro evitá-los, a menos que eles me mostrem que podem agir normalmente, sem pensar em religião 24 horas por dia.

Beijocas

Flávia Romanelli disse...

Ainda bem que não sou uma "mulher cristã" hahaha

disse...

Nossa, teve uma pessoa que comentou aqui, eu aprovei o comentário mais o blogger não exibiu. Peço desculpas pq eu não me lembro o nome, era um leitor novo.
Se quiser, comenta de novo tá!

Beijos