domingo, 7 de março de 2010

Faroeste Caboclo

Foi exatamente nesse título da brilhante música do saudoso Renato Russo que eu pensei ao entrar num grande shopping do RJ hoje. Credo! Por que eu não fiquei em casa? Porque eu sou uma zebra e como perdi meu sábado ontem por causa da forte chuva e da falta de energia elétrica que duro 12 horas, resolvi que tinha que compensar de alguma forma e acabe arrastando marido e filha pra essa odisséia.

Aqui perto da minha casa, tem um shopping, mas eu resolvi que deveria ir a outro pq lá teriam mais opções de lojas de calçados infantis que vendessem modelos ortopédicos (Maria Ísis está com o pé sem curva então a pediatra sugeriu), ledo engano.

Nos deparamos com uma mega liquidação que acabou por coincidência com a véspera do dia internacional da mulher, ou então, dia mundial do estouro de cartão de crédito, do cheque especial ou das compras infundadas.

Mulher era lixo no shopping! E as lojas com saldos que nem eram tão atraentes assim, mas basta falar em: OFF; LIQUIDANDO; TOP PRICE; SIZE OFF que a mulherada fica doidinha da silva.

Resumo: 10 minutos tentando arranjar uma esa pra almoçar; mais 10 minutos na fila do parquinho; momentos infernais pra chegar da loja de eletrônicos até o tal parquinho depois do animador ligar no celular dizendo que a Maria tinha vazado a fralda; loucos e terriveis minutos até encontrar a saída, já que o shopping passou por reformas e ficou maior e eu literalmente me perdi com a família na hora de sair.

Ok ok, eu sou mulherzinha, adoro comprar, mais eu juro que achei que esse meu programinha ia ser tranquilo. E o pior de tudo: Ver a cara do marido bufando (e com razão, mas isso ele só vai saber se ler esse post) por causa dessa programação quase aborígene!

É isso pessoal!

Amanhã eu post algo pelo Dia da Mulher. Algo que realmente aconteceu comigo e eu acho que tá na hora de contar, afinal são quase 3 anos de blog e nada mais justo que começar a revelar segredos para os amigos que lêem.

Uma beijoca.

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Acho que sou hominho... porque detesto compras... ahahah

Beijocas

Olavo disse...

O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?
O sujeito quer ficar famoso pra quê?
O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?
A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
Tudo o que eu quis dizer é que o homem vive em função de você.
Vive e pensa em você o dia inteiro, a vida inteira. Se você,mulher, não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
Homem algum iria fazer coisa alguma na vida para impressionar a um outro homem, para conquistar um sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
Um mundo só de homens seria o grande erro da criação. Já dizia a velha frase que "atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher". O dito está envelhecido. Hoje eu diria que "na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher".
É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
É você quem tem o poder, e não o homem. É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias. Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens.
E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher. Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua.
Só homens.
Já pensou?
Um casamento sem noiva? Um mundo sem sogras?
Enfim, um mundo sem metas.

Feliz dia

..bee.. disse...

amooooo shopping, amooooo compras, amoooooo liquidação.. mas shopping cheio, gente estressada por perto e confusão acabam comigo.. huahauha..

fazer o que?! encarar shopping cheio no fim de semana tb é uma das maravilhas da mulher moderna!

Feliz dia das mulheres, Vê, querida!!! =)