sábado, 24 de abril de 2010

Final de semana.

Hoje sabadão, final de feriado prolongado no RJ e eu aproveitei na medida do possível. Fiz coisas normais de dona de casa aproveitando o sol, porque nada melhor que um dia bem quente pra faxinar o barraco; trabalhei no dia útil entre os feriados e o melhor desse final de semana: fui pra uma balada!

Quem me conhece sabe o quanto eu AMO a noite e sabe também que eu saio sim de vez enquando porque pra mim é renovador e me deixa sempre mais bem disposta. Pelo menos uma vez por mês, me dou ao luxo de fazer um embalo desses.

Dessa vez o local escolhido foi a The Week, famosa boate no RJ, com filiais em SP e Floripa (se não me engano). Minha parceira de todas as horas, Lu Lopes que cantou a pedra e eu aceitei de cara. Um passeio que seria em dupla acabou virando quádruplo com a Carla amiga de Lu e Rachelzinha, minha amiga de longa data...

A The Week ou TW como os frequentadores assíduos chama, é uma boate tradicionamente frequentada por gays principalmente do sexo masculino, um lugar bonito, com boa música, gente chique e descolada e o melhor de tudo, gente que respeita as diferenças.

Quem tava dando pinta por lá era Serginho ex-BBB10 - realmente ele é um espetáculo a parte, cheio de caras e bocas, muito afetado, mas é o mundo dele, o jeito dele, achei legal. Uma coisa que me chamou atenção foi a maquiagem dele: PERFEITA, eu não conseguiria nunca me maquiar com tal perfeição.
Outro que passou por lá foi Bruno Chateaubriand, famoso socialite carioca que sempre aparece na revista Caras; conhecido no RJ por ter uma cobertura fabulosa no edifício Chopin (metro quadrado mais caro do bairro) em Copacabana e por ser homossexual assumido com casamento estável.

Lá essas duas figuras eram apenas um número no grupo de pessoas que ali estavam. Serginho causando mais porque além de super jovem, ele "tá na crista da onda" aproveitando seus 15 minutos de fama e o Bruno, mais contido porque parece ser o jeito dele mesmo.

A única coisa que os diferenciava de mim e das minhas amigas era... o limite do cartão de crédito, porque até mesmo gostar de meninos a gente gosta igualmente rs.

Final de festa: Feliz, dancei pra caramba ao som de música eletrônica que eu AMO, amigas fofas, por do sol na piscina da boate, prosecco...

Eu queria colocar fotos, mas desconri que não levei minha camera, então vou esperar uma das meninas disponibilizar depois posto pra vocês.

E pra fechar, o feriado de ontem teve um doce e belo reencontro - Danizinha querida no msn, amei!

É isso pessoal. Sigo o sábado chuvoso ouvindo (não porque eu quero, meus vizinhos me obrigam) Benito Di Paula e esperando marido acordar pra almoçar...

Beijos a todos

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Bom mesmo fazer uma coisa diferente, eu preciso disso de vem em quando pra me sentir viva! Queria tanto encontrar o Serginhoo... ahahah... De ser 10!

Beijocas

Danielle disse...

Quer dizer que enquanto eu chorava a senhora tava toda solta pela noite carioca era? Que bonito!!!

É aquela tal "roda da vida" que comentei com vc, que a sábia pessoa me falou, lembra?

Mas sério, que bom que vc saiu e curtiu um pouquinho né? Agente trabalha tanto.

P/ não fugir a regra: obrigadaaaaa

disse...

Dama, qdo quiser, é só chamar que eu topo viu rsrs.

Dani, chorar pra que nega, bora tomar prosecco pra relaxar kkkkkkkkk.