sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

É meu, ninguém tasca e só quem fala mal sou eu.

Ser carioca...

Sim; nós falamos mal da nossa cidade.

Criticamos o Prefeito, metemos o malho no governador do Estado. 

Mas somos igualzinho a mãe coruja, só nós podemos falar do "filho querido".

Porque se alguém o fizer, viramos bichos! 

Ser carioca é algo que não dá pra definir, só sendo pra saber. 

E nada dos clichès de ver o por do sol, andar de bicicleta na Lagoa e bla blá blá.

Carioca de verdade senta no portão numa noite de verão pra tomar cerveja com os vizinhos; 

Sempre arruma motivo pra rolar um churrasco; 

Sabe exatamente a distância entre sua casa e a praia e o quanto vai se aborrecer no caminho, mas mesmo assim não desiste de ver o mar e dar aquela caída! 

De Santa Cruz ao Leblon; 
da Rocinha a Marechal; 
da Penha a Barra; 
de Sepetiba a Rocha Miranda, 
da Ilha a Oswaldo Cruz, Campo Grande e todos os demais bairros da cidade.

Ser carioca é morar em qq um deles e sentir o mesmo orgulho da naturalidade independente do endereço!


ESCREVI ESSE TEXTO TEM UM TEMPO ENORME E RESOLVI RESGATAR LÁ DO FACEBOOK E COMPARTILHAR AQUI COM VOCÊS. ESPERO QUE CURTAM!

Beijos,
Vê 

Nenhum comentário: