terça-feira, 22 de maio de 2012

Um pouco de coisa séria.

Neste último domingo foi exibido no Fantástico a entrevista reveladora da Xuxa, onde ela conta diversas questões da sua vida e suas experiências (ou melhor algumas delas) das mais variadas.


Bem, a minha opinião sobre a entrevista dela, é bastante controversa. Ao mesmo tempo que pareceu sincero e honesto, noutras vezes pareceu técnico e muito ordenado, cheio de sotaque sulista, e um culto a um momento da vida dela que na minha opinião ela sempre fez questão de não comentar.


Enfim, o que eu vim falar aqui é sobre a questão do abuso sexual que ela conta ter sofrido durante alguns anos da sua vida e sendo praticado por pessoas diferentes.


Sendo verdade ou não, o que ela disse e realmente o que acontece com milhares de crianças e adolescentes do Brasil e do mundo. A culpa, a sensação de impotência, a vergonha, o sentir-se sujo (a), o medo do agressor e principalmente a falta de perspicácia dos pais dessas crianças que não prestam atenção aos sinais que seus filhos emitem.

Abuso sexual acontece independente de raça, credo, posição social, acontece e pronto. E quem agride usa sempre dos mesmos argumentos sórdidos.

Então fica a dica: prestem atenção nos seus filhos, sejam próximos deles a fim de que ela se sintam a vontade para confiar em vocês.

Eu comecei a escrever essa postagem faz tempo e recentemente acessei um conteúdo muito bacana que fala da temática de modo leve e instrutivo para crianças, é a coleção Pipo e Fifi - só jogar no Google que da pra ter acesso fácil!

Olho vivo e fato fino porque o agressor na maioria das vezes dorme no quarto ao lado da criança!

Paz e luz,
Vê.

Nenhum comentário: